• Categoria: viver
  • Caça Tesouro

    06 agosto 2015



















    Todas as coisas que existem ao nosso redor tem seu valor, sua beleza e sua singularidade.

    Há uns meses atrás decidi enxergar beleza por onde eu passasse, e não não me importava o lugar, estava decidida a encontrar os tesouros que valem mais que ouro e prata.

    Me lembro do dia em que estava no centro da cidade e passei perto de uma praça bem conhecida daqui, era final de semana. E dai, vi dois moradores de rua conversando, passei reto, entretanto meu extinto foi maior e voltei, olhei pra eles e perguntei ''Vocês precisam de água?", eles disseram que tinha, mas se eu pudesse dar mais, estariam de mãos abertas. E então fui na farmácia, comprei o número de garrafinhas que meu dinheiro permitiu, paguei, atravessei a rua e fui de encontro com eles, entreguei o que tinha comprado. Olharam pra mim com aquele olhos de gratidão, disseram obrigado, e sorri para eles. 

    Enquanto voltava pra casa a pé, o sorriso no meu rosto, e alegria eram perceptíveis, nunca senti algo parecido, era uma felicidade nova, que tinha o motivo mais singelo do mundo. 

    E sabe, talvez eu nunca mais veja aqueles homens, porém foram eles que fizeram meu domingo colorido, só pelo fato de deixarem eu servir eles, ama-los por uns minutos, e por fim cada um me dar em troca o melhor presente de todos: um sorriso repleto de gratidão. Aquele sorriso foi um tesouro que achei quando peguei a pá e decidi cavar a terra.

    Como o João Bertoni já disse em um dos seus vídeos ''seu pequeno momento aqui pode ter impacto eterno'', mesmo que seja pequena sua atitude, ela tem um valor, os pequenos gestos são o que muitas vezes marcam vidas inteiras, você pode ter certeza disso.


    Bora conversar (vulgolola@gmail.com). Te espero lá! ;)  

    Sobre(viver), Sobre Viver {...}

    25 novembro 2014


    Se você decidiu guardar, então guarde, porém não me aguarde! Não se guarde, não guarde teu coração, por nada que vivemos. Até porque isso não foi nada comparado com o que a vida ainda tem a oferecer. Apenas viva, sorria, jogue basquete com os amigos, vá ao treino, estude, cante, componha, viaje pelo mundo, faça novas amizades, novos sonhos, é isso que estou fazendo, não as mesmas coisas, porém me entregando as aventuras que a vida oferece.

    Se permita curar e quando estiver preparado se entregue a um novo amor.

    É bem provável que você esteja estranhando toda essa minha garra pra viver, tem todo o direito, até porque meses atrás eu ainda via seu rosto em todas as pessoas na rua, eu ainda remoía todas as "declarações de amor", fazia questão de deixar claro pra você tudo o que sentia. Não só você, mas ninguém acreditou quando eu disse "está tudo bem".

    Só uma ultima coisa, faça o que tiver que fazer e não se lembre de um amor que já não existe e que não vai voltar.

    Minhas sinceras desculpas.


    May Mariano

    Com tecnologia do Blogger.
    © Entrando no assunto - 2017 | Todos os direitos reservados.
    Base de: Laís Portal | Personalizado por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
    imagem-logo